Fundep

Fundep participa do 8º Evento Nacional Connected Smart Cities & Mobility   

Postado em Eventos C,T&I
Evento é focado nas chamadas smart cities, ou cidades inteligentes, reunindo especialistas sobre o tema. Créditos: Banco de Imagens

Evento ocorre nos dias 4 e 5 de outubro, em São Paulo, de forma presencial. Fundep participa de palestra sobre mobilidade e veículos elétricos. 

 

De 4 a 6 de outubro, a Fundação de Apoio da UFMG participa da oitava edição do Connected Smart Cities e da quarta edição do Connected Smart Mobility. Em formato presencial, o evento acontece no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo, além de no dia 6 de outubro no formato on-line. 

O Connected Smart Cities & Mobility (CSCM) é o maior evento de cidades inteligentes e mobilidade urbana no Brasil, abordando também todo o setor aeroespacial. Com objetivo de conectar diferentes atores do setor, a fim de tornar as cidades brasileiras mais desenvolvidas, inteligentes e conectadas, o CSCM é realizado desde 2015, com formato de múltiplos palcos e promove a integração entre conteúdo, promoção de negócios, parcerias e neworking de impacto. 

Em 2019, o evento reuniu mais de 3.000 participantes, 300 palestrantes e 50 expositores em 12 áreas de conteúdo. 

 

PARTICIPAÇÃO FUNDEP 

A Fundep participa do evento, no eixo Mobilidade, na mesa Veículos elétricos – Matriz energética para redução de emissões, que será realizada no dia 5 de outubro, às 9h. Na programação também haverá a participação da Plataforma Nacional da Mobilidade Elétrica (PNME), da qual a Fundep também é integrante, participando dos grupos de trabalho temáticos: Ciência e Tecnologia e Infraestrutura. 

O painel, que será moderado por Janayna Bhering, executiva de Negócios e Parcerias da Fundação, conta com a participação de especialistas do tema, como Eduardo Bortotti (Raízen), Paulo Antunes (Siemens), Gabriel Fajardo (Secretária de Infraestrutura e Mobilidade do Estado de Minas Gerais), João Paulo Ledur (Marcopolo) e Sandra Holanda (Ministério do Desenvolvimento Regional). 

“A Fundep está atenta às necessidades e oportunidades ligadas à transição energética, especialmente, por atuar como elo de conexão entre as demandas da sociedade e do mercado e as ofertas de soluções tecnológicas geradas por meio da inovação aberta. Acreditamos que empresas, o governo e a academia precisam trabalhar juntas para promover um futuro mais sustentável. Nesse contexto, eventos como o Connect Smart Cities são fundamentais na promoção de ambientes de conexão e geração de projetos em aliança”, afima Janayna Bhering. 

Os principais tópicos abordados no encontro serão a diversificação das soluções para eletrificação, a mobilidade elétrica como alavanca para o ESG, transporte público coletivo de passageiros sustentável no estado de Minas Gerais, o papel da inovação da indústria para transição energética, além da mobilidade urbana e a agenda ASG: um caminho para o desenvolvimento econômico e sustentável. 

A programação completa está disponível no site do evento. Os ingressos ainda podem ser adquiridos e estão disponíveis neste portal. 

 

RANKING CONNECTED SMART CITIES 

O Connected Smart Cities é reconhecido como a principal plataforma de cidades inteligentes, envolvendo empresas, academia, entidades e governos. O CSCM é promovido pela Necta, com correalização da Urban Systems, responsável pelo Ranking Connected Smart Cities. 

Em 2021, o Ranking coletou dados de todos os municípios brasileiros com mais de 50 mil habilitantes, totalizando 677 cidades. Já em 2022, após remodelação, o Ranking terá contribuição de cidades e organizações relacionadas aos temas. Na última edição, São Paulo apareceu como a cidade “mais inteligente” do Brasil. Belo Horizonte aparece na 15ª posição. 

 

Fundep é coordenadora de três linhas do programa Rota 2030, com foco no setor automotivo e na mobilidade. Créditos: Banco de imagens

 

TEMA CARO À FUNDEP 

A mobilidade e a conectividade são temas de importância para a Fundação de Apoio da UFMG. Além de apoiar projetos das áreas, a Fundação é responsável pela execução de linhas do programa Rota 2030, do governo federal, com foco em incentivar a inovação e a conexão nesses setores, sendo essas: a linha V – com foco em biocombustíveis e propulsões alternativas à combustão – e a linha VI – focada em conectividade veicular. 

 

O QUE SÃO SMART CITIES? 

As smart cities, ou cidades inteligentes, são aquelas que investem em sistemas de pessoas interagindo e usando energia, materiais e serviços, de forma a catalisar o desenvolvimento econômico e melhoria da qualidade de vida. Esses fluxos de interação são considerados inteligentes por utilizarem, de forma estratégica, de infraestrutura e serviços de informação e comunicação, por meio do planejamento, investimento financeiro e gestão urbana. 

Apesar de recente, o conceito já é amplamente utilizado. Comum no Brasil, a palavra é adotada quando um município utiliza tecnologia para conectar espaços, otimizando o que acontece nas diferentes reuniões da cidade e contribuindo para melhorar a conectividade entre regiões e pessoas. 

 

CONNECTED SMART CITIES & MOBILITY 

De 4 a 6 de outubro, sendo o último dia on-line 

Presencialmente, no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo. 

Ingressos disponíveis. 

Skip to content