Fundep

Divulgação Científica é o tema da segunda edição do evento “Mulheres Ciência”

Postado em Eventos C,T&I
Mulheres na Ciência | Edição 2

Luíza Caires (Jornal USP), Viviane Alves (ICB UFMG) e Marina Andrade (Pint of Science MG) são as convidadas do painel promovido pela Fundep em parceria com o State Innovation Center

 

A cada dia novas descobertas científicas sobre a Covid-19 aparecem nos noticiários, sites e redes sociais. O ano que passou colocou a ciência em protagonismo e as mulheres que a produzem e divulgam nos holofotes. Como é o caso da jornalista Luiza Caires, apontada em 2020 como o segundo perfil mais influente no Twitter sobre a pandemia.

 

Junto com ela, a professora da UFMG Viviane Alves e a Coordenadora Regional do Pint of Science de Minas Gerais Marina Andrade, vão compartilhar as suas experiências sobre Divulgação Científica, na segunda edição do evento Mulheres na Ciência, a ser realizada no dia 25/6, às 15h.

 

O evento promovido pela a Fundep – Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa – uma das principais gestoras de Ciência, Tecnologia e Inovação do país, fundação de apoio da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e mais de 30 Centros de Tecnologia e Pesquisa nacionais – em parceria com o State Innovation Center, tem a proposta de popularizar o acesso à pesquisa e desmistificar o que se relaciona a mulher que atua em âmbito científico, com diálogos constantes e trocas de informações com as participantes sobre a realização de projetos de impacto à sociedade.

 

A proposta é mostrar que não há barreiras para o desenvolvimento de pesquisas ou de divulgações científicas bem produzidas e apuradas, trazendo resultados para todos. As participantes irão debater os desafios da Divulgação Científica no país, desde a curadoria dos informativos, veiculação e credibilidade do conteúdo, até a formação de um público crítico e questionador das notícias falsas, considerando, sobretudo, os espaços que são bons exemplos neste quesito.

 

Serviço:

Mulheres na Ciência | Edição 2 | Divulgação Científica

25/6 | 15h | Inscrições: http://bit.ly/mulheresnaciência2

 

Participantes:

Mediação: Aline Carvalho | Head do STEM for Girls

 

Convidadas

Viviane Alves | Professora da Universidade Federal de Minas Gerais – Instituto de Ciências Biológicas (ICB UFMG) 

Possui graduação em Ciências Biológicas (1998) e Mestrado em Microbiologia (2001) pela Universidade Federal de Minas Gerais, é Doutora em Ciências pela Universidade Federal de São Paulo (2004). Realizou pós-doutorado na UNIFESP (2005 – 2007), na FIOCRUZ/ MG (2008), FIOCRUZ/PE (2009) e na Brown University-RI, USA (2014). É professora da UFMG desde 2010. Na pesquisa, utiliza o modelo de C. elegans para descoberta de novos antimicrobianos, a partir de compostos naturais, para análises de toxicidade e patogenicidade e para estudos sobre envelhecimento e nutrição. É orientadora do Programa de Pós-Graduação em Microbiologia (ICB-UFMG) e do Mestrado Profissional em ensino de Biologia (PROFBIO). Também é coordenadora do projeto de divulgação científica @microUFMG e do podcast MicroBios apoiado pelo Instituto Serrapilheira. É embaixadora do Parent in Science e co-fundadora da Liga da Ciência Preta Brasileira.

 

Luíza Caires | Editora de Ciências do Jornal da USP

Luíza Caires é jornalista, mestre em Comunicação e trabalha há 15 anos com divulgação científica. É editora de Ciências do Jornal da USP (jornal.usp.br), produzindo e editando reportagens, podcasts, vídeos e conteúdo para as mídias sociais @CienciaUSP. Autora do guia “De cientista para jornalista” , tem realizado palestras e treinamentos em divulgação para cientistas de várias universidades. Em 2020 se destacou na divulgação de informações sobre a pandemia nas redes sociais, sendo apontada como o segundo perfil mais influente no Twitter no tema. É editora da newsletter sobre ciências Polígono, projeto do Núcleo Jornalismo/Science Pulse com apoio do Instituto Serrapilheira.

 

Marina Andrade | Coordenadora Regional do Pint of Science de Minas Gerais e do Programa de Divulgação Científica coMciência do Museu MM Gerdau 

Marina Andrade possui graduação em Ciências Sociais (2004) nas modalidades Bacharelado e Licenciatura pela Universidade Federal de Minas Gerais, Especialização Multidisciplinar em Adolescência pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais (2008) e MBA em Gestão Estratégica de Pessoas (2012) pelo Centro Universitário UNA Atualmente pós-graduanda em Comunicação Pública da Ciência pela Amerek Universidade Federal de Minas Gerais (2021).

De 2012 até 2019 foi bolsista FAPEMIG de Gestão em Ciência e Tecnologia e desde 2014 atuou como Coordenadora do Programa de Popularização da Ciência e Tecnologia da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais – SEDECTES.

 

Skip to content