Fundep

54º Festival de Inverno UFMG reúne programação cultural gratuita

Postado em Notícias da Fundep
Festival de Inverno
Em sua 54ª edição, Festival de Inverno busca promover a reflexão sobre cultura e a Universidade. Créditos: Lucas Braga (UFMG)/ Divulgação.

Festival de Inverno começou nesta segunda-feira (18) e segue até sábado, com atividades presenciais e on-line, incluindo apresentações culturais, rodas de conversas e mais.

 

Em sua 54ª edição, o Festival de Inverno da Universidade Federal de Minas Gerais apresenta o tema Por uma política de cultura na universidade. Durante seis dias, o evento que é referência nacional, promove diálogos e apresentações culturais de diferentes campos, com uma programação gratuita e aberta ao público. A Fundação de Apoio da UFMG faz parte da história do Festival, com uma parceria de longa data na gestão e apoio ao desenvolvimento da iniciativa.

Nesta edição, o Festival busca convocar-nos à reflexão sobre uma série de ações que tem contribuído para a construção de uma política cultural no âmbito da Universidade. Entre elas, a criação recente da Pró-reitoria de Cultura da UFMG, órgão realizador do evento, que mudou de status em julho deste ano.

“O momento crítico das Instituições Públicas de Ensino Superior (IPEs), agravado pelos recentes cortes de verbas, repercute em todo o Festival, que faz coro em defesa da universidade pública, da ciência e do papel central da cultura na missão de nossas instituições”, afirma o pró-reitor de Cultura da UFMG, professor Fernando Mencarelli.

 

Abertura

A abertura do Festival, nesta segunda-feira (18), foi realizada pela reitora Sandra Regina Goulart Almeida, acompanhada dos pró-reitores de Cultura da Universidade, seguida por uma mesa redonda com ex-diretores de Cultura da UFMG. Na sequência, foram apresentados os resultados do Mapeamento Cultural da UFMG, referente aos anos de 2019 e 2021.

 

Programação on-line

Na terça, 19, às 18h, é possível acompanhar, de casa, duas rodas de conversa, que serão transmitidas pelo canal da Pró-reitoria de Cultura no YouTube. Redes Internacionais de Cultura é o tema da primeira roda formada pelo uruguaio Gonzalo Vicci Gianotti, representante da Associação das Universidades do Grupo Montevideu, e pelo professor da Universidade Federal da Bahia e ex-secretário de Cultura da Bahia, Albino Rubim.

A segunda roda aborda as Redes Nacionais de Cultura e será conduzida por Fábio Cerqueira, diretor de Cultura da Universidade Estadual de Campina; Alexandre Molina, diretor de Cultura da Universidade Federal de Uberlândia; e Moacyr Laterza Filho, pró-Reitor de Extensão da UEMG. A mediação é de Gabriela de Lima Gomes, pró-reitora Adjunta de Extensão e Cultura da UFOP, instituição também apoiada Fundep.

 

Desenvolvimento do campo da cultura

Nos dias 20 e 21, o Festival ocupa o Conservatório da UFMG para uma série de rodas de conversa, das 18h às 21h. Na quarta (20), duas mesas discutem sobre o financiamento à cultura em tempos de crise e a transformação da Fundação Rodrigo Mello Franco de Andrade em fundação cultural de apoio da UFMG, processo conduzido com apoio da Fundep.

 

Conservatório é espaço cultural da UFMG localizado na região central de Belo Horizonte. Crédito: Lucas Braga (UFMG)/ Divulgação.

Às 20h, Lívia Espírito Santo, artista de dança contemporânea, e a trombonista Vanessa Aiseó, colocarão em diálogo movimento e música por meio da improvisação. Em seguida, Joel Martins, artista de danças urbanas, se apresentará no pátio do Conservatório.

Na quinta (21), às 18h, a conversa será sobre Observatórios e Cultura, com representantes do Observatório de Políticas Estudantis da UFMG, do Observatório da Juventude e do Observatório da Diversidade Cultural. Às 20h, o Grupo de Saxofones da UFMG apresenta concerto com obras de Villa-Lobos, Astor Piazzolla e outros artistas.

 

Exposição, revista e música

O Centro Cultural UFMG – localizado na Avenida Santos Dumont, nº 174 – inaugura na sexta-feira (22), as exposições Poematéria, Colônia, Sobrevir e Escultura no Centro. A visitação será aberta às 17h30, com tour comentado pelos artistas envolvidos.

Às 20h, será lançada a edição número 5 da Revista Guaicurus, com mesa composta pelos editores, conselheiros e autores da revista. Além de levar exemplares para casa, o público poderá ver as edições anteriores da revista que estarão numa vitrine expositiva. O dia se encerra com show, às 21h, da Velha Guarda do Samba.

Sonante 21, uma das atrações do Festival. Créditos: Rafael Perrota/ Divulgação.

 

Sábado no Espaço do Conhecimento UFMG

O encerramento do Festival será no sábado (23), com um dia recheado de atividades no Espaço do Conhecimento UFMG (Praça da Liberdade, 700). Às 11h, 13h, 16h, 18h e 20h acontecem sessões de Planetário com diferentes temáticas para públicos de todas as idades. Às 14h, tem início a Oficina de Libras para crianças a partir de 6 anos e adolescentes. Serão 15 vagas, com senhas distribuídas na recepção do espaço.

Às 17h, o Ars Nova-Coral da UFMG realiza o concerto Ars Nova no Museu e, às 19h, terá observação noturna do Céu, no Terraço Astronômico do Espaço. As 70 senhas serão distribuídas a partir das 17h30, na recepção do Museu. Todas as atividades são gratuitas.

 

A programação do Festival contemplará toda uma agenda de estruturação da cultura na UFMG. A programação completa do festival, que é referência nacional, estará disponível em breve no site www.ufmg.br/festivaldeinverno.

 

Serviço

54º Festival de Inverno UFMG: Por uma política de cultura na universidade.

Data: 18 a 23 de julho

Locais de realização: Centro Cultural UFMG (Av. Santos Dumont, 174 – Centro) / Conservatório UFMG (Av. Afonso Pena, 1534 – Centro) / Espaço do Conhecimento UFMG (Praça da Liberdade, 700 – Funcionários)

Transmissões pelo canal: youtube.com/culturaufmg

Programação completa no site: www.ufmg.br/festivaldeinverno

 

Com Centro de Comunicação (Cedecom) UFMG.

Skip to content