Fundep

Virada Cultural de Belo Horizonte

Postado em Eventos C,T&I

Músicas, teatros, cinemas, danças e exposições. Nos dias 14 e 15 de setembro, Belo Horizonte será palco para 440 apresentações artísticas que irão embalar a diversidade da capital mineira e do Brasil. Pela primeira vez, a prefeitura realiza a Virada Cultural. O evento, que já é conhecido em São Paulo e no Rio de Janeiro, promete 24 horas de programação gratuita em 40 espaços de BH.

A Praça da Estação será o palco principal da festa, com Patu Fu fazendo o show de abertura. O baião de Elba Ramalho vai se misturar ao som da música clássica. A cantora se apresenta com a Orquestra Arte Viva de São Paulo, em um tributo a Dominguinhos, que morreu em julho deste ano. Haverá homenagem à Clara Nunes com a Companhia Burlantins encenando o espetáculo Clara Negra. Elza Soares é outra atração que deve movimentar a Virada Cultural. Vários artistas da capital também irão participar, entre eles Zé da Guiomar e o Quarteirão do Soul.

Outros palcos serão montados em centros culturais e nas principais praças. Além de shows, o evento oferece também performances, artes cênicas, exibição de filmes e trabalhos artísticos, entre várias outras apresentações.

Arena de artes

Entre os espaços que irão receber a Virada Cultural está o Arena da Cultura, local criado para a realização do projeto da Prefeitura de BH que proporciona a ampliação e a diversificação da oferta de serviços culturais à comunidade ao promover atividades nas áreas das Artes Plásticas, Dança, Teatro e Circo, Patrimônio, Arte-Educação e Música.

O projeto conta com a parceria da Fundep na execução e na gestão administrativo-financeira, realizada pela equipe de Projetos Externos (GAP – Epex). “Viabilizamos os materiais pedagógicos e de apoio necessários à realização das oficinas; a contratação, por meio de edital e seleção, e o pagamento dos oficineiros e coordenadores de área; entre outras ações”, diz o coordenador na Fundep, o analista de projetos  Thiago Abreu.

As apresentações da Virada Cultural no Arena  – Edifício Central – Av. dos Andradas, 367 – contam com oficineiros e alunos das oficinas gerenciadas pela Fundação. A programação no projeto Arena conta, também, com bancas de livros e discos de vinil; bate-papo entre artistas, pesquisadores e público; aulas de dança; sarau; mostra videográfica; entre outras atrações.

Clique aqui e confira a programação completa.

Acesse aqui a reportagem da TV Globo sobre o evento.

Conheça mais sobre o projeto Arena da Cultura aqui, no Jornal da Fundep.