Fundep

O universo da nanotecnologia foi a pauta do UFMG Talks

Postado em Ciência, Tecnologia e Inovação

O universo da nanotecnologia está cada vez mais presente na vida humana: na mistura de um cimento mais resistente, em um medicamento com menos efeitos colaterais, em roupas que não amassam ou na fórmula de um tônico para evitar a calvície. Esse universo cem mil vezes menor que a espessura de um fio de cabelo foi o tema da segunda edição do UFMG Talks, bate-papo descontraído com os professores Ado Jorio, do Departamento de Física do ICEx, e Mônica de Oliveira, da Faculdade de Farmácia, realizado no dia 10 de julho, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB).

Professor do Departamento de Física, Ado Jorio falou sobre a aplicação da nanotecnologia em novos materiais e na biomedicina e sobre alguns aspectos de sua atuação no desenvolvimento de instrumentação óptica para o estudo das nanoestruturas. Sob outra perspectiva, a professora Mônica de Oliveira, do Departamento de Produtos Farmacêuticos, mostrou como a nanotecnologia é usada na formulação de medicamentos de ação mais localizada contra o câncer e que  provocam menos efeitos colaterais.

O público também participou da conversa, mediada pelo jornalista Marcílio Lana, com perguntas enviadas aos convidados pelo WhatsApp.

Assista na íntegra:

 

*Registro da TV UFMG

 

Diálogo – UFMG Talks

Uma vez por mês, o UFMG Talks convida dois pesquisadores para uma conversa sobre ciência no teatro do CCBB. Inspirado no formato TED, o projeto pretende ampliar o diálogo entre a universidade e a sociedade, abordando, em linguagem acessível, os resultados que a pesquisa científica gera nos campos da saúde, da economia, da nanotecnologia e da segurança pública.

A próxima edição está agendada para 12 de agosto, às 19h, no Teatro 1 do CCBB. Os professores Nivio Ziviani, do DCC, e Eduardo Albuquerque, da Face, vão discutir os impactos da inteligência artificial nas nossas vidas e na economia. A entrada é franca.

O UFMG Talks é uma iniciativa da Pró-Reitoria de Pesquisa em parceria com o Centro de Comunicação da UFMG, com apoio da Fundep.

Fonte: Portal UFMG