Fundep

Sociedade para a ciência

Postado em Eventos C,T&I

“Somente com uma ciência forte, aliada à educação de qualidade, conseguiremos um país melhor. Para isso, o diálogo é essencial.” A frase é da presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), Helena Nader, e foi proferida durante a abertura da 68ª Reunião Anual da entidade, realizada de 3 a 9 de julho, na Universidade Federal do Sul da Bahia, em Porto Seguro.

O evento contou com mais de 6 mil oficialmente inscritos, vindos de 587 municípios de todos os estados do Brasil, quase 500 palestrantes e uma média de 10 mil pessoas circulando entre os estandes e os auditórios diariamente. Na programação, discussões em torno da prática científica no país – de nanoestruturas de carbono ao câncer infantil, passando pelas epidemias de dengue, Chikungunya e Zika e, ainda, as Ciências Sociais e suas perspectivas de intervenção.

A temática política também integrou os diálogos, sobretudo contra a fusão do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação com o Ministério das Comunicações.

Além das palestras, debates e mesas redondas, a Reunião foi composta pela ExpoT&C, mostra de ciência, tecnologia e inovação (C,T&I) que reuniu centenas de expositores, como universidades, institutos de pesquisa, agências de fomento, entidades governamentais e outras organizações interessadas em apresentar novas tecnologias, produtos e serviços.

Participação Fundep

A Fundep marcou presença no encontro compondo o estande da UFMG. A equipe foi representada por Christian Repetto, Michelle Araújo e Leonardo Esteves, da Gerência de Negócios e Parcerias (GNP) e Felipe de Paula, da Fundepar. “Do ponto de vista institucional, foi uma agenda valiosa de contato com nossas instituições parceiras. Muitas estavam presentes no evento. É um contexto em que circulam informações importantes sobre negócios e projetos. Por isso, a presença da Fundação foi estratégica”, avalia Michelle.

Da parte da Fundepar, Felipe destaca a oportunidade de trocar informações e se conectar a instituições ligadas às áreas de fomento, inovação e empreendedorismo. “Muitos com quem conversei demonstraram interesse na forma de atuação da Fundep e da Fundepar, com ênfase para as múltiplas possibilidades que o ecossistema de inovação oferece. A expectativa, agora, é construir uma presença ainda mais sólida no evento do ano que vem, inclusive com participação na programação.”

Próxima reunião em BH

A UFMG, que fará 90 anos em 2017, vai sediar a Reunião da SBPC, de 16 a 21 de julho do ano que vem. Na mesa de encerramento da 68ª Reunião, na última sexta-feira, o reitor da Universidade, professor Jaime Arturo Ramirez, formalizou o convite para o próximo encontro: “estou aqui aprendendo muitas coisas e vendo os desafios que nos foi passado. Temos agora a responsabilidade de superar o sucesso que foi em Porto Seguro, de riqueza da cultura, diversidade dos temas e a ExpoT&C”.

Esta será a quinta vez que a Universidade é anfitriã do maior evento científico da América Latina. As edições 1965, 1975, 1985 e 1997 também foram realizadas em BH. “Essa marca nos enche de orgulho, pois receber a SBPC é sempre uma honra”, diz o reitor Jaime Ramírez, em edição especial do Boletim da UFMG, elaborada para apresentar a candidatura da UFMG à direção da SBPC.

“Na prática, a missão e os valores da SBPC não diferem em nada da missão e dos valores da UFMG, e isso está registrado nos vários momentos em que as histórias das duas instituições se entrelaçaram”, observa o professor Jaime.

A 70ª Reunião Anual da SBPC, em 2018, será realizada em Maceió (AL).