Fundep

Sentidos do Nascer repensa a cultura de partos no Brasil

Postado em Projetos

Apesar do consenso entre literatura científica e classe médica sobre os riscos da cesariana, a prática continua crescendo. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o Brasil é o campeão de cesáreas desnecessárias no mundo, com 56,7% dos nascimentos em 2013, o que vem repercutindo com o aumento da prematuridade e outros efeitos adversos sobre a saúde da mãe e do bebê.

Essa realidade é trabalhada na exposição “Sentidos do nascer”. A iniciativa é coordenada pelo Departamento de Ciências Aplicadas à Educação da Faculdade de Educação, com participação da Escola de Enfermagem, da Escola de Belas Artes e da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). O objetivo é, a partir da disseminação de conhecimento, promover reflexões e mudanças de comportamento e de cultura, contribuindo para a redução da cesariana desnecessária e da prematuridade no Brasil.

Exposição amplia o olhar sobre o assunto

 Uma das principais atrações da exposição é o formato de imersão, com roteiros e recursos audiovisuais que apresentam a experiência da gravidez e do parto normal, exibindo o sentido que o ato do nascimento tem para o bebê e para a mulher. O coordenador do projeto, professor Bernardo Jefferson de Oliveira, explica que “a expografia conjuga arte-digital com técnicas teatrais, jogos, vídeos e fotografias, de forma a despertar diferentes sensações nos visitantes”.

A Fundep realiza a gestão do projeto, participando da montagem do laboratório e demais demandas administrativas e financeiras da iniciativa. Laura Barreto, da Gerência de Atendimento a Projetos da Fundep, conta que o projeto “é um laboratório itinerante, que aborda o assunto de forma interativa, procurando desmistificar o parto. O público-alvo principal são adolescentes, homens e mulheres em idade de reprodução”.