Fundep

Programa inovador articula empresas e pesquisadores em nanotecnologia

Postado em Releases

Tecnologia e desenvolvimento são inseparáveis. Imagina, então, combiná-los de uma forma inovadora, utilizando a nanotecnologia para segmentos empresariais? Com o estudo das partículas em escala nanométrica (ou seja, igual a um bilionésimo de metro), cientistas podem manipular e organizar átomo por átomo para fazer combinações e obter estruturas com grau superior de qualidade, eficiência e produtividade. Essa capacidade de criar materiais mais fortes promove progressos em diversas áreas, posicionando a nanotecnologia como uma ciência estratégica para a economia do país.

Ponte entre cientistas e empresários

Para ser um instrumento de aproximação entre setor empresarial e rede científica, foi criado o Sistema Brasileiro de Tecnologia/Centro de Inovação em Nanotecnologia (SibratecNANO).

Promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTI) e Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), e operado pela Fundep, o programa articula e financia projetos cooperativos entre empresas e os pesquisadores dos Institutos de Ciência e Tecnologia (ICTs) que compõem o Sistema Nacional de Laboratórios em Nanotecnologias (SisNANO), também vinculado ao Governo Federal. Juntas, essas instituições formam um grupo que cria oportunidades de apoio ao desenvolvimento tecnológico e ao potencial inovador de empreendimentos nacionais de todos os portes, especialmente as microempresas, por meio de soluções nanotecnológicas.

Fundep: gestão ampliada de fomento

Para a atuação do SibratecNANO, a Fundep está realizando um novo modelo de negócio. Com uma posição voltada para a orquestração e coordenação de projetos e programas, a Fundação amplia sua parceria, estreitando sua relação com os ICTs e órgãos financiadores. A Gerência de Negócios e Parcerias (GNP) da Fundep está desenvolvendo essa iniciativa.

 Envio de projetos – até 26 de maio

O SibratecNANO é de fluxo contínuo e possui ciclos de avaliações de acordo com suas redes.

Está aberta a temporada para o 3º ciclo de avaliações de projetos. Até o dia 26 de maio, empresários e pesquisadores, com a colaboração de um ou mais laboratórios do SisNANO, podem submeter um pré-projeto direcionado à criação de produtos e processos nanotecnológicos, com foco no mercado e na geração de valor para negócios e sociedade.  No planejamento, a iniciativa deve apresentar um orçamento indicativo entre R$100 mil e R$400 mil para aporte a ser realizado pelo SibratecNANO. As orientações completas estão no site: www.sibratecnano.com