Fundep

Pesquisas da Universidade são agraciadas na Fundep

Postado em Notícias da Fundep

As pesquisas de doutorado de Tatiane Alves da Paixão, Lilian Simone Godoy Fonseca e Wilson dos Santos Fernandes, defendidas em 2009, foram agraciadas, no dia 6 de dezembro de 2010, com o Grande Prêmio UFMG de Teses. Como parte da premiação, os vencedores estiveram na Fundep no dia 4 de fevereiro para receber, cada um, um computador portátil como reconhecimento da Fundação pelas conquistas.

O presente foi entregue pelo gerente do Centro de Serviços Compartilhados (CSC), Themístocles Mithríades (Grego), que parabenizou os premiados em nome da Fundep e da UFMG. Atualmente, todos os autores atuam como professores na Universidade.

TRABALHO RECONHECIDO

O Grande Prêmio UFMG destaca teses de três grandes áreas do conhecimento: Ciências Agrárias, Ciências Biológicas e Ciências da Saúde; Ciências Exatas e da Terra e Engenharias; Ciências Humanas, Ciências Sociais e Aplicadas, Linguística, Letras e Artes. Em sua quarta edição, ele integra o Prêmio UFMG de Teses que, no ano passado, selecionou 31 estudos de doutorado da Universidade em diferentes campos.

Com o trabalho Modelo de infecção gastrintestinal e o papel do LPS, urease e sistema de secreção do tipo 4 da Brucella melitensis em camundongos, a pesquisadora Tatiane Alves da Paixão foi a vencedora na área de Ciências Agrárias, Ciências Biológicas e Ciências da Saúde. “Eu costumo dizer que sou um produto de uma universidade pública. Toda a minha educação, do ensino básico ao superior, aconteceu dentro da UFMG”, sintetizou a professora do Instituto de Ciências Biológicas (ICB), sobre sua trajetória acadêmica e a descoberta de outra paixão de estudo, dentro da instituição: “Estudar doenças e tentar entendê-las era o que me fascinava”.

“A inovação introduzida na minha tese foi metodológica”, resume Wilson S. Fernandes, selecionado para o Grande Prêmio da área de Ciências Exatas e da Terra e Engenharias. Em seu doutorado, explorou o tema Método para a estimação de quantis de enchentes extremas com o emprego conjunto de análise Bayesiana, de informações não sistemáticas e de distribuições limitadas superiormente. Para ele, ter seu trabalho reconhecido pela instituição que o formou é uma honra.

O dilema das implicações éticas do uso das biotecnologias pelos humanos foi o ponto central da tese Hans Jonas e a responsabilidade do homem frente ao desafio biotecnológico, vencedora do Grande Prêmio na área de Ciências Sociais e Aplicadas, Linguística, Letras e Artes. Abordada por Lilian Simone Godoy Fonseca, a questão foi analisada a partir da perspectiva crítica do filósofo alemão Hans Jonas, considerando as aplicações não apenas em seu propósito de curar, “mas de aperfeiçoar ou de hibridar a espécie humana com outras espécies ou máquinas”, especifica Lilian Simone.

A entrega dos computadores foi um gesto simbólico da Fundep em reconhecimento ao trabalho e ao destaque das pesquisas selecionadas.

Leia mais sobre o Prêmio UFMG de Teses e conheça todas as iniciativas selecionadas.