Fundep

Parceria para o desenvolvimento industrial

Postado em Notícias da Fundep

A Fundep firmou Termo de Parceria com a Confederação Nacional da Indústria (CNI) e o Instituto Nacional de Tecnologia (INT), que prevê a Fundação como gestora dos projetos a serem realizados no âmbito da Embrapii – Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial.

Criada há poucos meses pelo Governo Federal em parceria com a iniciativa privada, a Embrapii segue a referência da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). Com o objetivo de auxiliar companhias a criar produtos e processos inovadores, a Embrapii credencia e coloca à disposição das empresas qualificados centros de pesquisa. Na fase inicial, o Instituto Nacional de Tecnologia, do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (INT/MCTI); o Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo (IPT); e o Centro Integrado de Manufatura e Tecnologia, do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial da Bahia (Cimatec-Senai), foram os selecionados pela CNI para dar suporte às organizações interessadas em implementar projetos.

Para realizar as pesquisas, esses laboratórios contam, nos próximos dois anos, com o aporte de até R$90 milhões do Governo Federal, repassados pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) à CNI. Cada instituto receberá um terço deste valor e deverá identificar as empresas interessadas em desenvolver projetos inovadores e que aportem, a título de contrapartida, 50% do valor de cada projeto. Os institutos, por sua vez, oferecerão o mesmo valor, mas na forma de contrapartida econômica.

Em modelo descentralizado, os institutos de pesquisa têm autonomia para gerir os recursos. Nesse sentido, o INT elegeu a Fundep como a gestora dos recursos que lhe compete (R$30 milhões da CNI + R$30 milhões das empresas) para desenvolver os projetos no âmbito da Embrapii. Essa oportunidade foi identificada pela Assessoria de Relações Institucionais (ARI). “Esse tipo de ação, que envolve a interação institutos de pesquisa e empresas, é uma nova linha de atuação para a Fundação”, diz a assessora de Relações Institucionais, Soraya Carvalho de Freitas. A Gerência de Negócios (GNO) atuou em todo processo do acordo e viabilizou o instrumento de parceria. “Os projetos existentes já estão na execução”, conta a gerente de Negócios, Anna Sophia Candiotto, informando que o envolvimento da Fundação transcende a atuação de gestão.

Negócios e possibilidades

Cada instituto deve captar empresas que tenham interesse e condição de investir em projetos inovadores. Desse modo, a GNO está auxiliando o INT na prospecção de indústrias da área de sua linha de atuação – energia e saúde. “Nessa busca, já fizemos visitas à Vale Soluções em Energia, à presidência da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), que está nos indicando empresas potenciais, e também estamos em um relacionamento avançado com a Fiat Automóveis”, afirma Anna Sophia.

Para o analista de Negócios Breno Claudio, além do recurso financeiro, o acordo com a Embrapii proporciona à Fundep um horizonte amplo de novos relacionamentos e, assim, de possibilidades de mais parcerias. “Estamos em contato com várias empresas e essa proximidade pode nos permitir viabilizar vários outros projetos para a Fundep”, acredita.