Fundep

Instituições apoiadas

Universidade Federal do ABC– UFABC

A UFABC é a primeira instituição federal de ensino superior público e gratuito a se instalar na região do ABC paulista. A Fundep iniciou o apoio à Universidade em 2005.

Com um corpo docente formado exclusivamente por professores doutores, a Universidade tem um projeto acadêmico arrojado e inovador, no qual os alunos ingressam na instituição em uma das duas opções de bacharelado interdisciplinar: em Ciência e Tecnologia (BC&T) ou em Ciências e Humanidades (BC&H). Os programas oferecem uma ampla variedade de conhecimento em diversos recortes distintos, de acordo com os interesses de cada aluno.

Fundada para explorar novas possibilidades, tanto na pesquisa quanto na educação, a Universidade possui laboratórios destinados ao desenvolvimento de projetos com equipamentos específicos, além da Central Experimental Multiusuário (CEM), com a finalidade de uso comum entre os pesquisadores da UFABC, instituições associadas e indústrias.

 

Instituto de Estudos Avançados – IEAv

O Instituto de Estudos Avançados, localizado em São José dos Campos (SP), atua como Organização Militar do Comando da Aeronáutica, com subordinação ao Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA). A parceria com a Fundep iniciou-se em 2005, em virtude da agilidade nos processos de importação. As demais prestações de serviços da Fundação a levaram a conquistar, em 2010, a autorização para ser instituição de apoio do IEAv.

Atualmente, o Instituto concentra esforços nas seguintes áreas: Aerotermodinâmica e Hipersônica; Geointeligência; Lasers, Óptica e Aplicações; Sensores e Atuadores e Tecnologia Nuclear Aplicada. Realizando pesquisas de tecnologias avançadas no campo aeroespacial, sua missão é ampliar o conhecimento científico e o domínio de tecnologias estratégicas para fortalecer o Poder Aeroespacial Brasileiro.

 

Comissão Nacional de Energia Nuclear – Cnen

A Comissão Nacional de Energia Nuclear é uma autarquia federal brasileira vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). A instituição estabelece normas e regulamentos em radioproteção e é responsável por regular, licenciar e fiscalizar o uso da energia nuclear no Brasil. A Fundep conquistou autorização para apoiar a Cnen em 2012.

A Comissão também investe em ensino, pesquisa e desenvolvimento das tecnologias nucleares, buscando um uso cada vez mais amplo e seguro das técnicas do setor. Seu foco é garantir que os benefícios da energia nuclear cheguem a um número cada vez maior de brasileiros, sempre com segurança na operação dos materiais e equipamentos radioativos. Suas 14 unidades, entre institutos de pesquisa, laboratórios, distritos e escritórios regionais, estão distribuídas por nove estados brasileiros e sua sede localiza-se no Rio de Janeiro.

 

Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais – Inpe

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais realiza desde a pesquisa básica e aplicada até o desenvolvimento de produtos e serviços nas áreas de Sensoriamento Remoto, Meteorologia, Ciências Espaciais e Atmosféricas, Engenharia e Tecnologia Espacial e Ciência do Sistema Terrestre. O Instituto fomenta, também, a capacitação da indústria espacial brasileira e o desenvolvimento de um setor nacional de prestação de serviços especializados. Presente em diversas regiões do Brasil, o Instituto está sediado em São José dos Campos (SP). Desde 2013, a Fundep gerencia os projetos do Inpe.

Em 2016, o Instituto manteve e aprimorou suas atividades, que permitem a sociedade brasileira usufruir dos benefícios da ciência e tecnologia espacial; distribuiu imagens meteorológicas e de sensoriamento remoto; realizou testes; e avançou no desenvolvimento de satélites e sistemas espaciais. Um exemplo foi o conjunto de ações voltadas ao Amazônia-1, o primeiro satélite construído a partir da PMM – Plataforma Multimissão –, uma iniciativa desenvolvida totalmente no Brasil, com previsão de lançamento em 2018.

 

 

Instituto de Aeronáutica e Espaço – IAE

Apoiado pela Fundep desde 2012, o Instituto de Aeronáutica e Espaço é a organização do Comando da Aeronáutica (Comaer) subordinada ao Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA). Localizado em São José dos Campos (SP), sua missão é ampliar o conhecimento e desenvolver soluções científico-tecnológicas para fortalecer o Poder Ae­roespacial Brasileiro, por meio da pesquisa, desenvolvimento, inovação, operações de lançamento e serviços tecnológicos em sistemas aeronáuticos, espaciais e de defesa. Atualmente, são destaques os projetos do veículo lançador de satélite, de foguetes de sondagem e do veículo aéreo não tripulado.

 

Núcleo de Inovação Tecnológica – NIT – da Marinha do Brasil

O NIT foi criado para atender às exigên­cias da Lei de Inovação (Lei nº 10.973/2004), que dispõe sobre incentivos à inovação e à pesquisa científica e tecnológica no ambiente produtivo, com vistas à capacitação e ao alcance da autonomia tecnológica e ao desenvolvimento industrial do Brasil.

Apoiado pela Fundep desde 2013 e com sede na Diretoria Geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha, o Núcleo foi estabelecido para interagir com as Instituições Científicas, Tecnológicas e de Inovação (ICT) da Marinha do Brasil (MB), com o propósito de coordenar suas atividades na área de gestão da Propriedade Intelectual (PI) e da inovação. Dessa forma, atua como órgão central executivo do Sistema de Ciência, Tecnologia e Inovação da Marinha, exercendo a administração estratégica das atividades científicas, tecnológicas e de inovação.

 

Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia – Ibict

Unidade de pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), o Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia tem a missão de promover a competência, o desenvolvimento de recursos e a infraestrutura de informação em ciência e tecnologia para a produção, socialização e integração do conhecimento científico e tecnológico. O Ibict integra a lista de instituições apoiadas pela Fundep desde 2013.

O órgão nacional de informação tem uma atuação consolidada em pesquisas, serviços e produtos de informação tecnológica. A transferência de tecnologias da informação e a formação e capacitação de recursos humanos para a pesquisa na área de Ciência da Informação são algumas das principais ações da instituição, que tem sede em Brasília (DF). Seu corpo técnico realiza a absorção e personalização de novas tecnologias, repassando-as a outras entidades interessadas na captura, distribuição e preservação da produção intelectual científica e tecnológica. Como alguns exemplos desse esforço, citam-se a coleta automática de registro e disseminação de teses e dissertações, a editoração de revistas eletrônicas e os repositórios de documentos digitais de diversas naturezas.

 

Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira – Unilab

Com o objetivo de formar pessoas aptas para contribuir para a integração do Brasil com outros países, em especial com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), a Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira está sediada na cidade de Redenção, estado do Ceará, e também tem atividades administrativas e acadêmicas nos municípios Acarape (CE) e São Francisco do Conde (BA). A Fundep conquistou a autorização para apoiar a Unilab em 2016.

Composta por professores e alunos provenientes das diversas regiões do Brasil e de outros países, a Unilab prioriza variadas formas de integração, promovendo intercâmbios e convênios com outras instituições da CPLP. Com base na Lusofonia – povos e nações que compartilham a língua e cultura portuguesas – a Universidade busca oferecer condições para que a oferta de ensino alcance o continente africano.

 

 Centro de Tecnologia Mineral – Cetem

Instituição de Ciência e Tecnologia do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), o Centro de Tecnologia Mineral atua no desenvolvimento de programas de PD&I que abordam grandes desafios nacionais do setor mineral, como água, energia e resíduos; terras-raras; agrominerais; e rochas ornamentais. A autorização para apoiar o Cetem foi uma das novidades da Fundep em 2016.

Com sede no Rio de Janeiro, o Centro possui um núcleo regional na cidade de Cachoeiro de Itapemirim (ES). Como resultados, ao longo de sua história, pode-se destacar: mais de 900 projetos desenvolvidos; centenas de prestações de serviços para o setor minerometalúrgico; parcerias com mais de 30 universidades e centros de pesquisa do país e do exterior; cerca de 900 artigos publicados em anais de congressos e revistas científicas nos últimos 16 anos; 68 livros publicados desde 2000; quatro séries técnicas com publicações periódicas; e 260 publicações desde 1979.

 

Centro de Tecnologias Estratégicas do Nordeste – Cetene

O Centro de Tecnologias Estratégicas do Nordeste é uma Unidade de Pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). Criada em 2005, a instituição apoia o desenvolvimento tecnológico e econômico da região nordeste e promove a integração entre sociedade, inovação e conhecimento. Desde 2012, a Fundep é parceira da instituição.

A missão do Cetene é atender as demandas da sociedade, articulando o conhecimento científico e tecnológico nas áreas de biotecnologia, nanotecnologia e microeletrônica, pautadas em desenvolver, introduzir e aperfeiçoar inovações tecnológicas com caráter estratégico para o desenvolvimento econômico e social nordestino. Assim, o Centro promove parcerias para a execução de projetos de pesquisa, baseadas em redes de conhecimento e nos agentes da economia regional.

 

Centro de Instrução de Guerra na Selva – CIGS

Localizado em Manaus (AM), o Centro de Instrução de Guerra na Selva é um estabelecimento de ensino militar bélico, subordinado ao Comando Militar da Amazônia (CMA), que tem como missão especializar militares para o combate na selva, realizando pesquisas e experimentações doutrinárias para a Defesa e Proteção da Amazônia. O CIGS também é um novo parceiro da Fundep. A autorização para apoiar a instituição foi formalizada em 2016.

O Centro ministra Cursos de Operações na Selva para Oficiais, Subtenentes e Sargentos do Exército, Marinha e da Força Aérea, além de policiais e bombeiros militares brasileiros e militares de Nações Amigas. O CIGS possui, ainda, um zoológico de animais silvestres da fauna amazônica, que recebe anualmente mais de 150 mil visitantes, sendo o segundo ponto turístico mais visitado da cidade de Manaus. Em 2016, o Centro teve como destaque, além dos cursos e estágios regulares, a II Competição Internacional de Patrulhas para 13 países, o Estágio Internacional de Operações na Selva para 15 países, e 80 visitas de comitivas de autoridades do Brasil e do Exterior com alunos de universidades e pesquisadores.

 

Instituto de Fomento e Coordenação Industrial – IFI

O Instituto de Fomento e Coordenação Industrial funciona junto ao Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) em São José dos Campos (SP) e presta serviços nas áreas de certificação, propriedade intelectual, transferência de tecnologia, coordenação industrial e metrologia. A organização é reconhecida pelo International Accreditation Forum (IAF) como organismo de certificação de sistemas de gestão da qualidade e de gestão da qualidade aeroespacial. A Fundep tem a autorização para apoiar o IFI desde 2010.

Em 2016, o IFI capacitou mais de 600 pessoas com cursos ofertados em diversas áreas como Qualidade, Normalização e Auditoria. A instituição trabalha atualmente no processo de certificação da aeronave KC-390, do míssil A-Darter e do caça supersônico Gripen-NG. Além disso, o IFI, por meio do Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT), foi responsável pela obtenção de três patentes e um registro de programa de computador, a partir de pesquisas desenvolvidas no âmbito do DCTA.

 

Instituto Nacional do Semiárido – Insa

O Insa é uma Unidade de Pesquisa integrante do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), com enfoque no semiárido brasileiro. Sua missão é viabilizar soluções interinstitucionais em ações de pesquisa, formação e difusão da Ciência, Tecnologia e Inovação a partir das potencialidades socioeconômicas e ambientais da região. A autorização da Fundep para apoiar o Instituto ocorreu em 2012.

As principais pesquisas realizadas pelo Instituto em 2016 foram nas áreas de recursos hídricos, com pesquisas de reuso e captação de água de chuva no semiárido. Na área de desertificação, o Insa realizou monitoramento dos impactos da seca e da desertificação sobre a agricultura familiar, bem como disseminou boas práticas de manejo do solo. Em sistemas de produção vegetal, os estudos foram voltados para o fortalecimento da produção de palma forrageira, produção madeireira em bases agroecológicas e uso sustentável de cactáceas. Em sistemas de produção animal, o foco foi nas pesquisas de segurança forrageira e melhoramento genético animal. No campo da Gestão da Informação e do Conhecimento do Semiárido, foi desenvolvido o aplicativo Olho n’Água, para monitorar a situação dos reservatórios do semiárido. Já na área de bioprospecção da Caatinga, houve o desenvolvimento de pesquisas com plantas nativas para fins farmacológico, gastronômico, cosmético, entre outros.

 

Instituto Nacional de Tecnologia – INT

Com sede no Rio de Janeiro, o INT é uma instituição comprometida com a inovação. Vinculado ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), o Instituto empreende pesquisas avançadas visando a transferência de tecnologia para o setor produtivo, além de oferecer diversos serviços técnicos especializados.

Apesar de um ano desafiador, em 2016 a excelência do INT teve seu mérito reconhecido em resultados como a aprovação pelo CNPq de projeto voltado à consolidação do INCT de Hidrogênio e Célula a Combustível para Geração de Energia Renovável. O INT também recebeu prêmios como o Objeto Brasil (categoria Design para todos) pelo desenvolvimento de uma cadeira de rodas residencial; e o Prêmio João de Barro, conferido pela Indústria da Cerâmica Vermelha pela execução do projeto de eficiência energética junto a indústrias do Nordeste.

 

Instituto Tecnológico de Aeronáutica – ITA

Apoiado pela Fundep desde 2010, o Instituto Tecnológico de Aeronáutica é uma instituição de educação e ensino superior, sob jurisdição do Comando da Aeronáutica, e integra o Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial. São ministrados no ITA cursos de graduação nas seguintes modalidades de Engenharia: Aeronáutica, Eletrônica, Mecânica-Aeronáutica, Civil-Aeronáutica, Computação e Aeroespacial; pós-graduação, nos níveis de Mestrado Profissional, Mestrado e Doutorado; e especialização e extensão universitária.

Em 2016, o Instituto conquistou a marca de 12.484 inscritos no vestibular, sendo 110 aprovados e a participação nas competições nacionais e internacionais: 23th  International Mathematics Competition for University Students (IMC) na Bulgária com uma medalha de ouro, duas de prata e duas de bronze; Melhor pôster na 19ª edição da International Conference on Superlattices, Nanostructures and Nanodevices (ICSNN), em Hong Kong; OBM – Olimpíada Brasileira de Matemática com uma medalha de ouro, uma medalha de prata e duas medalhas de bronze; 14ª edição da Competição Brasileira de Robótica (CBR) juntamente com a 15ª edição da Competição Latino-Americana de Robótica (LARC), conquistando o 1º lugar da América Latina na categoria Humanoid Racing.

 

Observatório Nacional – ON

O Observatório Nacional, instituto de pesquisa vinculado ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), atua em três grandes áreas de conhecimento – Astronomia, Geofísica e Metrologia em Tempo e Frequência –, nas quais realiza pesquisa, desenvolvimento e inovação, com reconhecimento nacional e projeção internacional. A Fundep possui autorização para apoiar o Observatório desde 2012.

Suas atividades incluem a formação de pesquisadores em cursos de pós-graduação, a geração, conservação e disseminação da Hora Legal Brasileira e a divulgação do conhecimento produzido através de atividades especializadas. O ON completa 190 anos em outubro de 2017 e atua nos principais levantamentos mundiais de dados astronômicos, integrando e alimentando importantes redes de dados geofísicos e contribuindo para a composição do Tempo Universal Coordenado (UTC).

 

 

Museu Paraense Emílio Goeldi

Vinculado ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), o Museu Paraense Emílio Goeldi está localizado na região amazônica de Belém, no Pará. Desde sua fundação, em 1866, a instituição concentra-se no estudo científico dos sistemas naturais e socioculturais da Amazônia, e na divulgação de conhecimentos e acervos relacionados à região.

As atividades do Museu Goeldi contemplam a pesquisa, a comunicação científica e a formação de recursos humanos. As linhas de pesquisa estão organizadas em quatro áreas: Ciências da Terra e Ecologia, Botânica, Zoologia e Ciências Humanas (antropologia, arqueologia e linguística indígena).
A parceria entre a Fundep e o Museu Goeldi foi formalizada em 2016, com a autorização da Fundep como Fundação de Apoio do Museu pelo MCTIC.

Conheça as oportunidades e desenvolva suas pesquisas

Veja as oportunidades de fomento

Realize o seu projeto

A Fundep apoia o desenvolvimento da sua iniciativa de pesquisa, ensino e extensão.

Confiando os projetos à Fundep, você pode se concentrar em suas principais atribuições e fazer a diferença para o progresso científico, tecnológico e social.

Seja nosso parceiro

A Fundep oferece um canal de comunicação para encaminhar as informações, sanar dúvidas e receber opiniões.

Antes de enviar sua mensagem, não deixei de ler nossas Perguntas Frequentes e conferir nossas Vagas e Oportunidades.

Notícias

Fundepar
Nona edição do Lemonade chega na reta final

No próximo dia 26, dois projetos que participaram do programa receberão financiamento de R$ 40 mil

Leia mais
Projetos
Nupad recebe doação de combustível de Laboratório da UFMG

Fornecimento representa economia mensal de cerca de R$1,5mil

Leia mais
Agenda
Centro de Treinamento Esportivo abre pista de atletismo para comunidade

Projeto visa promover educação esportiva e descobrir novos talentos

Leia mais
Agenda
Inova Minas Fapemig traz atividades para toda a família

O evento, gratuito, será realizado na Praça da Liberdade com campeonatos, oficinas, exposições, entre outras atrações

Leia mais