Fundep

Parabéns, Fundep!

Postado em Releases

17 de fevereiro de 1975. Exatamente nesse dia, a Fundep iniciou suas atividades. A professora Gilca Wainstein foi nomeada secretaria executiva e a Fundação começou a atuar com sede no prédio da Reitoria da UFMG. Os anos se passaram, a Fundep expandiu e hoje gerencia os projetos de ciência, tecnologia e inovação do país na Unidade Administrativa II, no campus Pampulha.

Nesses 42 anos, a Fundação gerenciou cerca de 25 mil projetos de pesquisa, ensino, extensão e desenvolvimento institucional de suas apoiadas. Viabilizando iniciativas das mais diversas áreas, a Fundação vem contribuindo para transformar conhecimento em educação, saúde, cultura, desenvolvimento científico-tecnológico e em vários outros benefícios para a sociedade. Essa é a sua missão. E, nós, somos parte!

Contexto

A Fundação foi idealizada em um período movimentado para a ciência no Brasil e no mundo, no qual as universidades investiram ativamente em política voltada para o desenvolvimento científico e tecnológico nacional. O cenário estava propício para que grupos de pesquisa buscassem meios de facilitar o desenvolvimento de seus projetos. Na UFMG, pesquisadores dos Institutos de Ciências Biológicas (ICB) e de Ciências Exatas (Icex) se mobilizaram para criar uma instituição que associasse agilidade e competitividade no auxílio de captação de recursos, e apoiasse as atividades acadêmicas e de pesquisa da Universidade. Assim, nasce a Fundep.

Apresentação

Entidade de direito privado, devidamente reconhecida pelos Ministérios da Educação (MEC) e de Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (MCTIC) como fundação de apoio, a Fundep atua na gestão administrativo-financeira dos projetos, facilitando a execução das ações e permitindo que os pesquisadores foquem em suas atribuições principais para desenvolver iniciativas relevantes para o progresso científico-tecnológico do país.

A Fundação é credenciada para prestar serviços à UFMG, sua instituição de origem. Ao longo dos anos, a competência adquirida em gestão de projetos foi demandada por parceiros externos e, com a permissão das legislações, a Fundação conquistou autorização para dar suporte também a outros importantes centros de pesquisa e ensino do país. Clique aqui e veja quem são as 17 apoiadas.