Fundep

Conselho da Petrobras aprova o prof. Nívio Ziviani como membro

Postado em Ciência, Tecnologia e Inovação

Professor e pesquisador da UFMG; membro da Academia Brasileira de Ciências; e referência internacional em empreendedorismo na área de Tecnologia da Informação e Ciência da Computação, o professor Nívio Ziviani foi indicado ao cargo de membro do Conselho de Administração da Petrobras. Em reunião realizada dia 26/02, o Conselho de Administração da companhia aprovou a nomeação, que será submetida à próxima Assembleia Geral de Acionistas.

“A indicação do professor Ziviani para o Conselho de Administração da Petrobras é consistente com a ênfase dada à tecnologia da informação no processo de mudança transformacional para a maximização da geração de valor para os acionistas e o Brasil”, afirmou a companhia quando o Governo anunciou a indicação.

Trajetória e referência

Nívio Ziviani é Engenheiro Mecânico pela Universidade Federal de Minas Gerais (1971), Mestre em Informática pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1976) e Ph.D. em Ciência da Computação pela Universidade de Waterloo, Canadá (1982). Entre suas ações, está a participação na criação do curso de graduação de Ciência da Computação e de vários departamentos da Universidade, além do programa de doutorado na área de Ciências Exatas. É um especialista em tecnologia da informação, sendo destacado acadêmico, empreendedor e pesquisador. A Fundep é parceira de longa data do professor, gerenciando diversos projetos inovadores ao longo de sua trajetória.

Professor Emérito do Departamento de Ciência da Computação da UFMG desde 2005 e membro da Academia Brasileira de Ciências desde 2007, Nívio recebeu, ao longo de sua carreira, vários prêmios e honrarias, entre elas a Ordem Nacional do Mérito Científico, nas classes Comendador (2007) e Grã-Cruz (2018). O professor é autor do livro Projeto de Algoritmos e coautor de mais de 180 artigos científicos nas áreas de algoritmos, recuperação de informação, inteligência artificial e áreas relacionadas.

O professor Nívio também é destaque por transformar o conhecimento gerado dentro da Universidade em empreendimentos inovadores. Ele idealizou e desenvolvimento importantes startups relacionadas à Internet, como a Miner Technology Group, criada em 1998 e adquirida no ano seguinte pelo grupo Folha de São Paulo/UOL, e a Akwan Information Technologies, projetada em 2000 e vendida em 2005 para o Google. Entre suas empresas, a Kunumi é uma das investidas da Fundepar, gestora de investimentos da Fundep. O empreendimento é especializado em ferramentas de segmentação, análise do comportamento e deep learning. Um dos destaques da Kunumi foi a criação da primeira música de rap a partir da análise de letras e manuscritos deixados pelo artista Sabotage, morto em 2003. Com o uso da Inteligência Artificial, a tecnologia simulou versos que o rapper poderia ter escrito.

Clique aqui e confira o Comunicado da Petrobras na íntegra.

Relembre a palestra do professor Nívio “Transformando conhecimento em empreendimentos inovadores”, no Impacto Marco Legal da C,T&I, evento promovido pela Fundep em 2018.