Fundep

Por mais Mulheres e Meninas na Ciência 2020

Postado em Ciência, Tecnologia e Inovação

Para marcar o Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência, celebrado em 11 de fevereiro, o projeto Minas Faz Ciência, da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig), lançou o segundo volume do e-book Mulher faz Ciência. O objetivo é inspirar jovens e despertar o seu interesse para conhecer e seguir a carreira científica.

A química Glaura Goulart Silva, vice-coordenadora do Centro de Tecnologia em Nanomateriais de Carbono (CTNano) da UFMG, é uma das duas homenageadas por meio da indicação do público que interage com o projeto Minas Faz Ciência pelas redes sociais. “A competição entre os homens é dura e acirrada. Mas entre homens e mulheres, ela tem vieses subjetivos”, compara.

“Fico muito feliz. Depois de 26 anos de carreira da UFMG, é um momento especial perceber que a gente está transferindo para a sociedade esses trabalhos científicos e tecnológicos. Isso é consequência de um investimento permanente da Universidade”, conta Glaura, sobre o fato de ter sido uma das selecionadas.

 

 

A historiadora e antropóloga Jane Beltrão, professora da Universidade Federal do Pará (UFPA), foi a outra selecionada pelo público. O e-book, disponível para download gratuito, apresenta perfis de dez cientistas brasileiras, entre estudantes promissoras e pesquisadoras veteranas que se destacaram em 2019. O prefácio do livro foi escrito pela física mineira Gabriela Barreto Lemos, uma das ganhadoras, em 2019, da Medalha Mietta Santiago, concedida pela Câmara dos Deputados.

Podcast

A novidade é o lançamento conjunto do podcast Mulher Faz Ciência. A série, com 13 episódios, reúne as entrevistas feitas pela jornalista Alessandra Ribeiro, autora do e-book, com as cientistas retratadas. O material foi produzido em seis meses. O áudio traz informações adicionais e ficará disponível nos principais agregadores de podcast.

Fonte: UFMG