Fundep

Cooperativa de laboratórios da UFMG é premiado pelo Confies

Postado em Ciência, Tecnologia e Inovação
Em um ambiente laboratorial, uma mão de luvas usa uma pipeta para transferir um líquido para um pequeno reservatório
Laboratório de Genética e Biologia Celular, da Medicina, é um dos sete capacitados na UFMG. Bruna Carvalho / Faculdade de Medicina UFMG

Cooperativa integra estruturas de diferentes unidades acadêmicas para realizar testes diagnósticos da covid-19, atendendo a governos, hospitais e empresas

 

O CooLabs Covid-19, programa que reúne laboratórios da UFMG para prestar serviço de testagem diagnóstica para a doença, foi considerado a melhor iniciativa destinada ao combate à pandemia do novo coronavírus pelo Confies, entidade que congrega as fundações de apoio a instituições de pesquisa. O programa CooLabs é coordenado pela UFMG e gerido pela Fundep, a fundação da Universidade.

A escolha foi feita durante o 3º Congresso Nacional das Fundações, realizado na última semana, no formato on-line. O programa concorreu com 16 outras iniciativas e conquistou o 2º Prêmio Boas Práticas de Gestão das Fundações de Apoio. Na lista das seis mais bem classificadas, figuram também entidades como as que dão suporte à USP e à Unesp.

O CooLabs Covid-19 integra o Programa Cooperativa de Laboratórios (CooLabs), criado em maio pela UFMG para sistematizar o atendimento às demandas da sociedade por meio de sua estrutura de pesquisa – a inspiração foi, justamente, a implementação, no início da pandemia, de uma rede de laboratórios para realizar os testes de diagnóstico. O princípio que rege o CooLabs é a atuação articulada, com racionalização de esforços e recursos, de laboratórios de diferentes unidades acadêmicas. A cooperativa destinada à testagem atende laboratórios externos, instituições e hospitais privados, hospitais públicos e órgãos governamentais.

“O CooLabs é um programa que possibilitará à UFMG atuar de forma coordenada para atender às demandas da sociedade que frequentemente requerem conhecimento multidisciplinar e que deverá ser aprimorado com o tempo. Temos sido procurados por outras instituições para licenciamento dos sistemas desenvolvidos”, afirma o pró-reitor de Pesquisa da UFMG, Mario Montenegro Campos, ressaltando o trabalho conjunto com a Fundep. A Fundação é responsável por captação dos contratos, gestão financeira, processamento das compras e apoio logístico. Os laboratórios da UFMG realizam a parte analítica (teste), e as etapas pré-analítica (coleta) e pós-analítica (laudo) ficam a cargo das instituições que demandam os serviços.

O programa CooLabs foi agraciado, no final de outubro, com o Prêmio José Costa, iniciativa do jornal Diário do Comércio e da Fundação Dom Cabral, na categoria Qualidade da inovação e produção tecnológica.

Quatro unidades e o BH-TEC
A iniciativa nasceu da necessidade de ampliar a capacidade de testagem para a covid-19 em Minas Gerais. Com apoio financeiro da Secretaria de Ensino Superior (Sesu) do Ministério da Educação – e, mais recentemente, com recursos do Ministério de Ciência e Tecnologia e Inovação –, a estrutura começou a ganhar corpo em março e, dois meses depois, transformou-se no CooLabs Covid-19, consórcio formado por sete laboratórios da UFMG instalados no ICB, nas faculdades de Medicina e de Farmácia, na Escola de Veterinária e no Parque Tecnológico de Belo Horizonte (BH-TEC). Eles se uniram para atender inicialmente à demanda da Secretaria de Saúde de Minas Gerais.

Por meio da rede, a UFMG tem hoje o status de laboratório parceiro da Fundação Ezequiel Dias (Funed). Graças a essa experiência, a Universidade assumiu a coordenação do projeto de laboratórios de campanha do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), que reúne 13 instituições, também com o objetivo de ampliar a testagem da covid-19.

Até 17 de novembro, a rede havia realizado mais de 65 mil testes de diagnóstico do tipo RT-PCR. O consórcio da UFMG é responsável por mais de um terço dos testes RT-PCR em Minas Gerais.

Conheça os projetos mais bem classificados:

1º lugar – CooLabs – Cooperativa de laboratórios da UFMG para apoio ao combate à covid-19 | Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa (Fundep) da UFMG

2º lugar – Programa de Compliance e Integridade da Fundação de Apoio da Universidade Estadual Paulista (Fundunesp)

3º lugar – Estudo sobre o teletrabalho realizado em razão da pandemia covid-19 | Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico em Saúde (Fiotec)

4º lugar – Sistema On-line de Solicitações de Contratação e Pagamentos a Pessoas Físicas | Fundação Coordenação de Projetos, Pesquisas e Estudos Tecnológicos (Coppetec)

4º lugar – Gestão Financeira do Programa USP Vida | Fundação de Apoio à Universidade de São Paulo (Fusp)

6º lugar – Programa Juntos | Fundação Médica do Rio Grande do Sul (FundMed)

 

Com informações da UFMG