Fundep

Investimentos para o teste do pezinho

Postado em Notícias da Fundep

Promover a excelência em triagem neonatal de todos os recém-nascidos do Brasil até 2014. É com esse intuito que o Ministério da Saúde autorizou o repasse de R$ 8,4 milhões para a UFMG investir na reformulação do Programa Nacional de Triagem Neonatal (PNTN), com vistas a melhorias no exame conhecido como “teste do pezinho”.

O termo de cooperação entre as instituições, assinado em 23 de março, prevê que o Núcleo de Ações e Pesquisa em Apoio Diagnóstico (Nupad), da Faculdade de Medicina da UFMG, atuará em todas as etapas da ampliação do programa – desde a montagem de sistema de informações até a capacitação e o treinamento de profissionais.

Referência nacional

Reconhecido por sua qualidade na triagem neonatal, o Nupad é responsável por realizar e analisar gratuitamente os exames de todos os recém-nascidos em território mineiro e sua experiência será utilizada como referência para todo o país. A gestão administrativo-financeira de todos os projetos do Núcleo é realizada pela Fundep. “A Fundação proporciona agilidade nos processos, o que facilita a prestação de serviços à comunidade. A parceria Fundep e coordenação do Nupad zela para que os objetivos e metas dos projetos sejam alcançados, inclusive os referentes à reformulação do PNTN”, afirma a analista de projetos Carla Alessandra Nunes.

A triagem neonatal é um conjunto de exames simples e rápidos, mas capaz de diagnosticar doenças antes do surgimento dos sintomas. O teste do pezinho é a primeira etapa dos testes e pode identificar precocemente o hipotireoidismo congênito, fenilcetonúria, fibrose cística e doença falciforme.

A pretensão do Ministério da Saúde é o alcance da cobertura universal dos nascimentos e que todo o país tenha ambulatórios e serviços de referência.

A notícia foi destaque na imprensa, confira no Portal da Saúde.

Saiba mais sobre o trabalho do Nupad na edição 58 o Jornal da Fundep.