Fundep

Década de 1980 – Estabilização
Fundep e UFMG equacionam relações de caráter interinstitucional com uma real integração entre as instituições, por intermédio de seus respectivos dirigentes e conselhos.
A informatização da Fundep proporciona mais transparência nas relações entre a comunidade acadêmica da UFMG e a Fundação.
Fundep forma equipe de profissionais capacitados para assessorar a elaboração de projetos, buscar fontes de financiamento e acompanhar a tramitação das iniciativas.
Defesa da Fundação pela Universidade no processo de tentativa de extinção sumária das Fundações de Apoio pelo Governo Federal, em Lei de 1988.

04/04/1982 – Professor Marcello de Vasconcellos Coelho assume como secretário-executivo da Fundep.

1983 Fundep encerra a realização dos programas especiais e de ação cultural e desvincula seu trabalho de projetos e iniciativas de fomento, assim como de toda atividade considerada fim (função dos departamentos e grupos de pesquisa), atuando de forma focada no apoio administrativo e financeiro a projetos.

1986 Criação do Fundo de Apoio à Pesquisa: correspondendo a 30% do superávit anual da Fundep, Fundo visava a apoiar o trabalho de pesquisadores, particularmente de áreas menos prestigiadas pelos órgãos tradicionais de fomento e de grupos emergentes.

1986 Criação do Prêmio Fundep: valorização ao mérito de professores, pesquisadores e funcionários em atividade na UFMG por suas contribuições ao avanço dos campos das ciências, das letras ou das artes e ao desenvolvimento do ensino, da pesquisa e da extensão na Universidade.

12/06/1986 Professor Ivan Moura Campos assume o cargo de secretário-executivo da Fundep.

1987 Reforma estatutária, proposta na gestão do professor Marcello de Vasconcellos Coelho, altera a nomenclatura do cargo de secretário-executivo (posto mais alto da Fundep) para diretor-executivo.

1988 Aprovação, no Senado, do Projeto de Lei que regulamenta a situação das Fundações, elaborado originalmente pela Assessoria Jurídica da Fundep. A instituição se destaca no cenário nacional pelo pioneirismo e pela competência técnica na área de gestão de projetos e apoio universitário.

1988 Criação da primeira ferramenta totalmente informatizada da Fundep, o Sistema Financeiro.

1988 Criação do Conselho Nacional das Fundações de Apoio às instituições de Ensino Superior (Confies).

Soluções Fundep

A Fundep realiza o gerenciamento administrativo e financeiro de projetos da UFMG e outros importantes centros de ensino e pesquisa do Brasil.

Com atendimento especializado, a Fundação oferece serviços exclusivos como: elaboração das propostas, captação de recursos, compras, importações, contratação de pessoal, assessoria jurídica, prestação de contas, gestão de concursos, entre outros.

Conheça as soluções

Fundepar

A Fundepar identifica, investe e desenvolve empresas emergentes de base tecnológica e origem acadêmica, com alto potencial de crescimento e de geração de produtos inovadores para a sociedade. O programa inaugura no Brasil um modelo de financiamento bem-sucedido em universidades de países desenvolvidos.

Conheça a Fundepar

A Fundep oferece um canal de comunicação para encaminhar as informações, sanar dúvidas e receber opiniões.

Antes de enviar sua mensagem, não deixei de ler nossas Perguntas Frequentes e conferir nossas Vagas e Oportunidades

Notícias

Editais
Institutos Max-Planck oferecem vagas para doutorado e pós-docs na Alemanha

No total, são 24 oportunidades destinadas à proponentes da América Latina distribuídas em áreas variadas

Leia mais
UFMG
Visita guiada à Maternidade do Hospital Risoleta Tolentino Neves

Com atendimento pelo SUS, Hospital abre as portas para receber e orientar gestantes. Confira as datas disponíveis para 2019

Leia mais
UFMG
Pesquisadores da UFMG alertam sobre o uso indevido de anti-inflamatórios

Medicamentos em excesso podem retardar reparação de tecidos. Com colaboração internacional, artigo mostra papel paradoxal da resposta inflamatória

Leia mais
UFMG
Pesquisa do ICA UFMG avalia adaptação do grão-de-bico ao clima da região de Montes Claros

Produtividade da leguminosa no semiárido é cinco vezes superior à média internacional

Leia mais