Fundep

Fundep participa de encontro sobre Gestão e Inovação

Postado em Ciência, Tecnologia e Inovação
Alfredo Gontijo de Oliveira – Presidente da Fundep

O 11º Fórum de Fundações de Apoio (Faipes) do Estado de Minas Gerais, realizado nos dias 21 e 22 de maio, em Juiz de Fora, sob a organização da Fundação de Apoio e Desenvolvimento ao Ensino, Pesquisa e Extensão (Fadepe), reuniu dirigentes e integrantes de instituições mineiras para refletirem e discutirem temas de interesse para o avanço das Fundações e suas parceiras.

A Fundep marcou presença ao longo de toda programação, compartilhando suas experiências e atuação em prol de sua principal apoiada, a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), e seus outros centros acadêmicos e científicos parceiros. Na palestra magna, com o tema “Gestão de Pessoas em Fundações de Apoio: talento, competência e criatividade”, o presidente da Fundep, professor Alfredo Gontijo de Oliveira, contou a jornada da instituição rumo à uma atuação estratégica e inovadora. “Acompanhando as tendências tecnológicas, que reduzem as atividades mecânicas e abrem espaço para a postura proativa e criativa, a Fundep vem intensificando as ações voltadas para a transformação do modelo mental de suas equipes. Com isso, estamos criando uma cultura da inovação, que valoriza as características de cada colaborador e incentiva um protagonismo frente à gestão dos projetos. Assim, a instituição está se adaptando e se reinventando para tornar cada vez mais relevante para a UFMG e suas outras apoiadas e gerar benefícios para a sociedade”, compartilhou o professor Alfredo. A palestra magna foi ministrada, também, pelo professor José Humberto Viana Lima Júnior, diretor Executivo da Fadepe, que ressaltou a importância desses encontros e interações entre as instituições. “Todas as fundações têm que buscar sua profissionalização e as grandes são espelho, inspiração e benchmarking. Precisamos formar redes e parcerias para que cresçamos juntos e tenhamos possibilidades de visibilidade, capilaridade e nação, enquanto tríade fundação, pesquisador e geração de conhecimento”, destaca o diretor.

A gerente de Negócios e Parcerias da Fundep, Janayna Bhering, participou de uma roda de conversa sobre os desafios da Instituições Federais de Ensino Superior (Ifes) frente às pesquisas e a captação de recursos. Com ela, participaram, o Reitor da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), professor Marcus Vinicius David; a pró-reitora de pós-graduação e pesquisa, professora Mônica Ribeiro de Oliveira; e teve o professor Celso Souza de Moraes Júnior como mediador da roda de conversa. A discussão abordou as oportunidades e entraves em relação a políticas, orçamentos e investimentos para o desenvolvimento das pesquisas e inovações nas Ifes. O Reitor fez uma reflexão sobre os caminhos alternativos – não excludentes, mas complementares – para o fomento à produção científica, como a tradicional busca por financiamento no sistema público e a captação de recursos via novas fontes. Na oportunidade, Janayna Bhering apresentou como a Fundep tem trabalhado e falou do papel das Fundações como facilitadoras para a realização da pesquisa e para transformação de tecnologias em produtos no mercado. “As instituições de apoio têm oportunidades para fazer integração e cooperação para impulsionar o fomento da ciência”, afirma.

A UFMG também foi destaque na programação do Faipes, com a palestra do professor e cientista do Instituto de Ciências Biológicas Gustavo Menezes. Coordenador de projetos e parceiro da Fundep, ele ministrou uma palestra sobre “Redes de Conectividade na Ciência Contemporânea: a perspectiva do pesquisador”.

Falando em reinvenção, a analista da Fundep Ana Eliza Braga apresentou a experiência que a Fundep está realizando com vistas a gerar formas mais ágeis de atender aos pesquisadores e procurando antecipar suas demandas. Um time de analistas, Bernardo Lima, Thaís Duarte, Lilyan Corrêa, realizou uma oficina a partir do programa “Conhecendo o Pesquisador”, para contar a experiência e como está a mão na massa nessa trilha da cultura da inovação, com vistas a uma Fundação cada vez mais estratégica e criativa na sua missão de atender os pesquisadores.

O 11º Faipes contou com a participação de treze fundações mineiras, além da contribuição da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig) e da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep). Também esteve presente a vice-presidente do Confies, professora Suzana Montenegro, da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento da Universidade Federal de Pernambuco (Fade-UFPE).