Fundep

Fundep é anunciada como coordenadora de programas do Rota 2030

Postado em Inovação

O Governo Federal lançou nesta sexta (20) o Programa Rota 2030, que vai investir na indústria automotiva nacional por meio da redução de impostos e outros incentivos para projetos de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D). Entre os benefícios, está a isenção fiscal mínima de 10,2% do valor dispendido em P&D, podendo alcançar a taxa de 15,3%.

A expectativa é que o investimento do Programa seja de R$200 milhões por ano distribuído no desenvolvimento de inovações tecnológicas, como projetos de carros elétricos, biocombustíveis, digitalização de produção e manufatura 4.0, visando o aumento da produtividade da cadeia automotiva e de sua competitividade em escala global.

O Rota 2030 está estruturado em seis programas prioritários. A Fundep foi aprovada pelo Conselho Gestor da iniciativa como coordenadora de dois programas: Ferramentarias Brasileiras Mais Competitivas, que objetiva habilitar competências e reestabelecer a competitividade das ferramentarias brasileiras, certificando-as como fornecedores globais de ferramentas de alto valor agregado; e Propulsão, Biocombustíveis e Segurança veicular, que objetiva o desenvolvimento de tecnologias para cada uma dessas áreas, oferecendo ao mercado soluções de power train mais modernas.

Os outros quatro programas serão coordenados pelas seguintes entidades: P&D e Engenharia para a Cadeia Produtiva do Setor Automotivo pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES); Financiamentos de Inovação e Pesquisa pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep); Alavancagem de Alianças para o Setor Automotivo (A3) pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai); e Programa P&D para Mobilidade e Logística pela Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii).

Clique aqui e confira mais detalhes sobre os programas coordenados pela Fundep e outros detalhes do Rota 2030.

Compromisso com o futuro

O evento de lançamento do Programa foi realizado na Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), em São Paulo, com representantes de todas as entidades coordenadoras e membros do Ministério da Economia. O diretor da Fundep, professor Martin Ravetti, e a gerente de Negócios e Parcerias, Janayna Bhering, participaram da cerimônia firmando o compromisso para a estruturação de toda a cadeia de valor dos dois programas.

“Estamos vivendo uma revolução tecnológica, mas também social. E isso está provocando um universo de incertezas, o que nos impulsiona a buscar entender e oferecer soluções para estes desafios. Programas como este permitem reduzir as incertezas e caminhar para uma sociedade melhor. Neste caso, com foco no aumento da competitividade do setor automotivo”, ressalta o prof. Martin.

“No Rota 2030, a Fundep se posiciona como elemento conector entre as ICTs, as empresas e a sociedade. Nosso papel é estimular a geração de soluções tecnológicas com o objetivo de aumentar a competitividade do setor, promovendo desta forma não apenas a alavancagem destes negócios como, consequentemente, o desenvolvimento econômico do nosso país”, complementa Janayna.

Parcerias para o codesenvolvimento de inovações tecnológicas

A Fundep firmou parcerias fundamentais para a execução dos programas. Em Ferramentarias Brasileiras Mais Competitivas, a coordenação técnica será do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) e terá mais 12 instituições parceiras: Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), Sindicato dos Metalúrgicos do ABC (MABC), Instituto Mauá de Tecnologia, Parque Tecnológico de São José dos Campos, Universidade Federal do ABC (UFABC), Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Associação Brasileira da Indústria de Ferramentais (Abinfer), Associação Brasileira de Engenharia Automotiva (AEA), Ferramentaria do Grande ABC (APL), Fundação Getúlio Vargas (FGV), Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN) e Instituto de Inovação do Senai.

Em Propulsão, Biocombustíveis e Segurança Veicular, a coordenação técnica será da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), do Centro Universitário da Fundação Educacional Inaciana (FEI) e da Universidade Estadual do Ceará (Uece). As instituições parceiras serão: Universidade Federal do Pará (UFPa), Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Universidade Federal do ABC (UFABC), Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), Universidade de São Paulo (USP), Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).

“A Fundep se sente muito honrada de ter sido escolhida para coordenar dois programas prioritários desta iniciativa de extrema importância. Aliando a competência técnica dos parceiros com a expertise consolidada da Fundação em gestão e execução de projetos, estamos confiantes dos impactos positivos no cenário tecnológico, econômico e social do Brasil”, finaliza o diretor.

 

AS EMPRESAS QUE DESEJAM SE CREDENCIAR Nos programas coordenados pela fundep DEVEM PREENCHER O FORMULÁRIO DE INTERESSE, CLICANDO AQUI.

 

Conecte-se conosco

A Fundep está à disposição para prestar mais informações e sanar dúvidas sobre o Programa Rota 2030. Entre em contato e conecte-se conosco: envie um e-mail para rota2030@fundep.ufmg.br ou preencha o formulário a seguir.