Fundep

Fapemig lança edital para incentivar bolsistas no Empreendedorismo Feminino

Postado em Ciência, Tecnologia e Inovação

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig)  abre Edital para a participação no Desafio do Empreendedorismo do Legado Acadêmico (Dela), um programa  que tem o objetivo de estimular o empreendedorismo feminino entre as bolsistas do Programa de Apoio à Pós-Graduação (PAPG) da Fapemig. Inscrições até 10/5, neste site: https://fapemig.br/pt/dela/

Mulheres na ciência e no mercado

De acordo com dados da Unesco, menos de 30% dos pesquisadores no mundo inteiro são mulheres. Nas Ciências Exatas, temos 18%, 8% e 2% de mulheres no bacharelado, mestrado e doutorado, respectivamente. Além disso, de acordo com dados do IBGE, menos de 40% dos cargos de liderança são ocupados por mulheres no Brasil.

Aumentar a representatividade feminina nas ciências e na indústria é um dos objetivos do DELA, direcionado a bolsistas integrantes do Programa de Apoio à Pós-Graduação da Fapemig ou seja, alunas de mestrado ou doutorado que recebam bolsa da Fundação. O programa vai promover a capacitação de mulheres em técnicas e habilidades empreendedoras por meio de uma formação intensiva de sete semanas, incluindo temas como oportunidades e desafios do empreendedorismo em ciência, tendências para a área de pesquisa e comunicação.

“A expectativa é receber até 60 projetos para participar dessa formação. As participantes terão oportunidade de conhecer ferramentas e metodologias que poderão ser aplicadas nos projetos que desenvolvem nas universidades, na condição de alunas dos programas de pós-graduação, e também desenvolver habilidades que poderão levar para diferentes aspectos da vida”, comenta Caroline Valeriano, coordenadora da unidade SIMI/Fapemig, responsável pela execução do projeto.

A edição ocorrerá em seis cidades mineiras: Juiz de Fora, Lavras, Montes Claros, Uberlândia, Viçosa e Belo Horizonte – que será no espaço Lemonade, da Fundep.  

Workshops DELA

Ao longo do mês de abril, estão sendo realizados workshops nas seis cidades mineiras onde será realizada esta edição a fim de divulgar o programa e esclarecer dúvidas. Em Belo Horizonte, o workshop aconteceu na UFMG, dia 23/04.

Cláudia Couto, chefe de gabinete da Fapemig, destacou que ainda vivemos em uma sociedade muito desigual. Menos de um terço das startups do mundo são fundadas por mulheres, informou Yale Soares, líder do DELA. Cláudia Mayorga, pró-reitora de extensão da UFMG, disse que vê um grande potencial nesse projeto de romper com estereótipos de que a imagem do empreendedorismo e inovação ainda é muito ligada ao masculino, que contribuem para fixar as mulheres em lugares muito específicos na sociedade.

Também participaram do evento na UFMG: Marcela Drummond, bióloga que se assume como uma empreendedora atuando em negociações e nas partes administrativas de sua empresa; Luciana Silva, também bióloga, busca estar mais na área da pesquisa em seus negócios; e Adla Teixeira, professora da UFMG, é uma pesquisadora que, mesmo sem se reconhecer como uma empreendedora, empreende dentro da Universidade.

Marcela Drummond lembrou que é fruto de todo um ecossistema de fomento à ciência e tecnologia. “Um dos nossos investidores é a Fundepar, da Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa (Fundep). Temos uma ligação ainda com a Coordenadoria de Transferência e Inovação Tecnológica (CTIT), quando no início fomos pré-incubados pela INOVA. E a FAPEMIG sempre apoiou a gente. Se não fosse essas instituições não estaríamos aqui, retornando esse investimento à sociedade”, contou.

Ainda no workshop, Cilene Salmaso realizou uma palestra sobre redes pessoais, abordando a importância de desenvolver o seu networking.

No dia 30/04 o workshop será realizado em Montes Claros.

Mais informações sobre o programa no site: https://fapemig.br/pt/dela/