Fundep

Equipes GAP aprimoram conhecimentos

Postado em Notícias da Fundep

Profissionais da Gerência de Atendimento a Projetos (GAP) participam, até o final deste mês, de capacitação sobre as atribuições da função de analista de projetos. Aproximadamente 45 profissionais devem participar do ciclo de treinamento, dividido em dois módulos.

“Devido a diversas mudanças na equipe da GAP, em função de admissões e realocações de funcionários, identificou-se a necessidade de promover um alinhamento de saberes entre os integrantes da equipe”, explica Valéria Toledo de Andrade, da Assessoria de Gestão de Pessoas (AGP). Segundo ela, ao esclarecer dúvidas sobre a rotina de trabalho e oferecer o aprendizado, espera-se fortalecer a busca pela excelência nos serviços.

As turmas são configuradas de forma a não prejudicar as atividades diárias da Gerência e de acordo com o tempo de cada profissional no atual cargo – recém-chegados, com até dois anos na função e com três anos ou mais de experiência. O primeiro grupo encerrou o treinamento em 1º de março, a segunda turma participará da capacitação entre os dias 14 e 22 e a última turma, de 23 a 31 de março.

Em partes

No primeiro módulo, os participantes são apresentados à metodologia do treinamento e relembram o papel e as responsabilidades de um analista, bem como o código de conduta adotado pela Fundação. Também é realizada uma exposição sobre o que é a Fundep e a UFMG, o Sistema de Gestão da Informação (SGI), os macroprocessos Fundep, a Política de Informática, bem como instrumentos jurídicos e legislação.

Em seguida, representantes de áreas do Centro de Serviços Compartilhados (CSC) – Compras (Gecom), Suporte a Projetos de Extensão (Supex), Pessoal (Gepes), Contratos e Validação Fiscal (Covaf) e Importação (Geimp) – esclarecem suas funções.

Outro ponto abordado nessa fase é o funcionamento das ferramentas utilizadas no dia a dia: Espaço do Coordenador (EC) e Gerenciador de Projetos. Por fim, os profissionais revisam indicadores de área e a planilha gerencial, na qual os números são reunidos e consolidados.

Durante o segundo módulo, os grupos de treinamento serão organizados conforme a instituição financiadora dos projetos que acompanham. Por exemplo, quem responde por uma carteira de projetos majoritariamente financiados pela Cemig deve assistir a uma apresentação sobre normas e regras estabelecidas pelo órgão.

“É bom tanto para quem acaba de chegar à Fundep quanto para aqueles com mais tempo de casa, reforçando os processos e qual é o papel dos diferentes setores. Com a dinâmica do treinamento, podemos aprimorar conhecimentos e relembrar procedimentos modificados recentemente ou até mesmo elementos que acabam adormecidos em meio ao cotidiano”, avalia Daniele Rodrigues Pedrosa, da Equipe de Gestão de Projetos UFMG IV (EPUFMG/GAP).