Fundep

Em águas geladas

Postado em Notícias da Fundep

Com 25 cientistas a bordo, a embarcação Almirante Maximiano – conhecida como Navio Polar – volta à península antártica para a última etapa do Programa Antártico Brasileiro (Proantar) XXXI, que termina em março. A expedição é tema de notícia divulgada pelo jornal O Globo (leia na íntegra aqui).

A embarcação foi importada e equipada pela Fundep, em uma operação que exigiu o envolvimento de diversas áreas da Fundação. O navio possui 93,4 metros de comprimento e 13,4 metros de largura e é utilizado para pesquisas em áreas polares, visto que possui casco, motor e todas as demais especificações para navegação em gelo leve.

É composta por laboratórios e equipamentos de ponta e dá suporte à Estação Antártica “Comandante Ferraz”, base brasileira na região fortemente afetada por um incêndio em fevereiro do ano passado. Além dos estudos no mar, a embarcação é responsável pelo transporte de pesquisadores e suprimentos para a base.

O navio foi adquirido por meio de convênio assinado em 2008 entre a Marinha do Brasil, a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), empresa pública vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), e a Fundep.