Fundep

Com e pela ciência

Postado em Impacto Fundep

Qualquer expectativa para o ano de 2020 esteve longe de alcançar as transformações trazidas pelo contexto da pandemia de Covid-19: impactos nas relações sociais, no sistema de saúde, na economia, na educação, no meio ambiente, no mercado de trabalho e, também, na ciência. 

Para o presidente da Fundep, professor Alfredo Gontijo de Oliveira, apesar da complexidade do atual cenário, a ciência atua como sempre atuou, provendo conhecimento aprofundado que nutre a sociedade em suas diversas necessidades. “Nesses momentos de crise, ciência tem um papel determinante como é o caso da busca pela vacina contra o novo coronavírus. Entretanto, a ciência, desde seu nascimento e consolidação, tem contribuído de forma significativa para a liberdade das pessoas e para a construção de olhares diversos sob a humanidade. 

Seguindo o propósito de fomentar a evolução da sociedade por meio da pesquisa, ensino e inovação, a Fundep de 2020 acelerou suas transformações organizacionais a partir do futuro que está a caminho e quer emergirCom foco nas pessoas que fazem e são a Fundação, seguimos nosso processo de aprendizado de olhar o futuro como uma força propulsora do próprio futuro. 

Os resultados são soluções diferenciadas que mobilizam atores diversos – colaboradores, clientes, fornecedores, financiadores, parceiros e sociedadeConheça algumas delas: 

 

Combate à Covid-19 

Programa Cooperativa de Laboratórios (Coolabs) – iniciativa premiada neste ano pelo Confiesentidade que congrega as fundações de apoio do país, e pelo jornal Diário do Comércio – reúne a infraestrutura e o know-how dos laboratórios da UFMG para o atendimento às demandas de testes moleculares de Covid-19 feitas por instituições públicas, privadas e por órgãos governamentais. O consórcio da Universidade, que conta com a gestão da Fundep, é responsável por mais de um terço dos testes RT-PCR em Minas Gerais. 

Realizamos também, em parceria com a UFMG, a campanha de financiamento coletivo Colabore com os Hospitais da UFMG, que já arrecadou mais de R$ 5 milhões. Os recursos estão sendo utilizados para a compra de equipamentos, materiais e insumos para as unidades de saúde ligadas à Universidade – Hospital Risoleta Tolentino Neves, Unidade de Pronto Atendimento Centro-Sul e Hospital das Clínicas UFMG  e vem apoiando o atendimento às vítimas da Covid-19. 

 

Futuro da mobilidade 

Em 2020, a Fundep completou seu primeiro ano como coordenadora das Linhas IV – Ferramentarias Brasileiras mais Competitivas – e V – Biocombustíveis, Segurança Veicular e Propulsão Alternativa à Combustão – do Programa Rota 2030, iniciativa do governo federal para alavancar a indústria automotiva por meio de inovações tecnológicas. Nesse período, foram superadas as metas de captação de recursos financeiros, lançadas as chamadas públicas, mapeadas as demandas tecnológicas, bem como promovida a integração entre entidades para o desenvolvimento de projetos de inovação tecnológica, entre outras ações. 

Outro movimento que está sendo impulsionado pela Fundep é a Plataforma Nacional de Mobilidade Elétrica (PNME), que nasce como um espaço para a construção de metas de longo prazo para a mobilidade elétrica no Brasil. A Fundação atua na Comissão de Ciência e Tecnologia (CC&T) da Plataforma promovendo conexões entre o ecossistema de Pesquisa & Desenvolvimento para gerar projetos relevantes com impacto socioeconômico de maneira sustentável. 

 

Meio ambiente e sustentabilidade 

Com foco na identificação dos impactos do rompimento da barragem de rejeitos da Mina Córrego do Feijão (MG), o Projeto Brumadinho – UFMG, gerenciado pela Fundep, seleciona projetos de pesquisa e extensão, supervisiona sua implementação e execução e, também, coordena as ações que embasam as decisões judiciais do pós-desastre.  

Reunindo pesquisadores, professores e estudiosos de vários núcleos de pesquisa da Universidade, a iniciativa responde demandas específicas de um caso de desastre tecnológico e ambiental, representando uma inovação organizacional. 

 

Ampliação de fronteiras para P&D 

Neste ano, expandimos nossa atuação nacional por meio da parceria com o Inovabra Habitat, hub dedicado à geração de negócios de alto impacto, que fica sediado em São Paulo. O objetivo é expandir a atuação da Fundação e fortalecer o diálogo com o setor privado, atraindo recursos das organizações concentradas nesse estado e conectando setores da economia ao know how acadêmico. 

Em  setembro iniciamos, também, uma conexão estratégica com os Estados Unidos por meio da parceria com o Hub 55. Com nossa atuação conjunta e presença constante na região, esperamos impulsionar a formação de alianças estratégicas, projetos de colaboração entre diferentes áreas da Ciência, Tecnologia & Inovação e do setor produtivo, mostrando para o mundo o valor da pesquisa científica brasileira. 

 

Cultura de empreendedorismo e inovação 

Na 16ª edição do Programa Lemonade, somou-se à missão de potencializar as chances de sucesso de empresas em fase inicial o estabelecimento de uma proximidade maior com a academia por meio do empreendedorismo científicoCom treze semanas de duração, a iniciativa aconteceu 100% digital acompanhando as tendências do cenário imposto pela Covid-19. Foram 116 empreendedores envolvidos em mais de 440 horas de programação. O avanço das startups no programa resultou em 17 encontros com investidores e mais de R$ 1,3 milhão de movimentações financeiras.  

Realizamos também o Fundep Labnosso programa de desenvolvimento de pessoas e ideias. A iniciativa estimulou a formação de grupos transdisciplinares visando criar soluções para potencializar a estratégia e o propósito da FundepCom 50% dos colaboradores inscritos, dez experimentos foram selecionados para serem acelerados ao longo de quatro meses, testando suas hipóteses iniciais, prototipando soluções e validando com o usuário final. O perfil dos experimentos abrange melhorias incrementais que interferem diretamente nos processos internos e melhorias disruptivas com propostas que afetam diretamente a experiência dos parceiros. 

 

E para 2021… 

Seguimos buscando e gerando oportunidades para o fortalecimento da ocupação da ciência nos espaços diversos que emergem da nossa sociedade. Acreditamos que o lugar da pesquisa é próximo você – por isso, é importante entender como conectar ciência e sociedade

Encerramos o ano compartilhando os resultados da primeira edição da nossa pesquisa a respeito do olhar do brasileiro sobre a ciência e a divulgação científica. Clique aqui e confira.  

 

Em 2021 estaremos juntos de novo – com e pela ciência.