Fundep

BiotechTown lança chamada para Desenvolver startups de Biotecnologia e Ciências da Vida

Postado em Ciência, Tecnologia e Inovação

OO BiotechTown, primeiro centro privado do Brasil focado no desenvolvimento de bionegócios, localizado em Nova Lima, Região Metropolitana de Belo Horizonte/MG, lançou seu Programa de Desenvolvimento de Negócios. A chamada é para selecionar 10 startups que estejam em estágio de validação ou crescimento e que já apresentem um MVP (mínimo produto viável), algum protótipo ou a capacidade de conduzir testes e validações comerciais ao longo do programa. Além disso, terão avaliação diferenciada empresas que possuem faturamento, equipes de alto desempenho com pelo menos um sócio com dedicação exclusiva e apresentem soluções inovadoras em biotecnologia, nas seguintes áreas: :

  • Diagnóstico in vitro
    Soluções de testes inovadores com intuito de promover a medicina personalizada. Novos bio marcadores para predição e monitoramento de doenças com alta incidência. Soluções em diagnóstico laboratorial aplicadas à saúde humana e animal, incluindo novos métodos, testes rápidos e point of care que permitam integração e gestão de informações.
  • Health Tech
    Novos prontuários médicos eletrônicos para integração e gestão de informações dos pacientes de diferentes fontes. Plataformas capazes de analisar grandes volumes de dados clínicos, exames complementares, atividades diárias, dentre outros, para predição de diagnósticos e monitoramento visando o desenvolvimento da medicina personalizada. Sensores e dispositivos wearables que auxiliem no diagnóstico, prescrição e acompanhamento longitudinal de pacientes.
  • Agronegócios
    Novas tecnologias para gestão, cultivo, colheita, entre outras aplicações, para auxiliar pequenos, médios e grandes produtores a se desenvolverem, reduzindo impactos, aumentando a produtividade e rentabilidade. Automatização e dispositivos sensoriais e para monitoramento da produtividade do terreno e plantações, previsão de temperatura e pluviosidade e controle de animais. Plataformas capazes de analisar grandes volumes de dados visando desenvolver a agricultura de precisão. Novos produtos, materiais e tecnologias para controle biológico de pragas e doenças.
  • Alimentos
    Novos insumos biológicos, bioingredientes e tecnologias que auxiliem na promoção da saudabilidade, naturalidade e praticidade dos produtos alimentícios. Novos biomateriais de embalagem e biotecnologias que, sem comprometer suas características sensoriais, possam aumentar a shelf-life dos produtos, garantir inviolabilidade e, também, reciclagem.

Desenvolvimento dos negócios e inscrições

Os negócios selecionados serão impulsionados por um plano individual e customizado, metodologia especializada, mentores com expertise técnica, networking, acesso à rede global de parceiros e, ainda, investimento de até R$ 150 mil em capital semente por equipe. Ao longo do Programa, poderão ser realizados novos investimentos por meio do Fundo de Investimento em Participações Seed4Science e pelo Fundo de Investimento em Participações Biotech. A expectativa é que as startups participantes atinjam um novo patamar operacional após 12 meses de acompanhamento, aumentando as chances de sucesso no mercado.

O Programa de Desenvolvimento de Negócios possui, entre os seus diferenciais, a orientação à internacionalização dos negócios, pois o BiotechTown conta com estrutura em Boston para apoio às empresas participantes do Programa.

A chamada para o primeiro grupo de startups do BiotechTown está aberta e as inscrições vão até o dia 26 de agosto, neste link.

 

BiotechTown

BiotechTown: primeiro centro integrado e privado a fornecer ambiente e recursos para o desenvolvimento de empresas, produtos e negócios nas áreas de Biotecnologia e Ciências da Vida. Fotos: Wadson Silva – Fundep

Com o objetivo de impulsionar iniciativas empreendedoras das áreas de Biotecnologia e Ciências da Vida na economia nacional e internacional, o BiotechTown fornecerá ambiente e recursos necessários ao desenvolvimento de empresas, produtos e negócios. O centro oferecerá, ainda, suporte em diversas áreas que incluem assuntos regulatórios, inteligência de mercado, prospecção tecnológica, entre outras soluções, promovendo uma rede de mentores e parceiros globais.

Assim, o BiotechTown apoiará desde o desenvolvimento do produto, passando pelo registro e pela produção inicial, até a sua inserção no mercado nacional e internacional. Todo o modelo foi idealizado para o desenvolvimento de produtos de ponta a ponta, em um mesmo local, de forma completamente integrada.

Localizado em um dos principais polos de inovação de Minas Gerais, o BiotechTown foi construído em uma área de 2.100 m², com arquitetura moderna e instalações totalmente equipadas, no condomínio Alphaville Lagoa dos Ingleses, em Nova Lima – a região é, também, o segundo cluster brasileiro de Biotecnologia e Ciências da Vida.

O Centro inicia sua atuação com o Business Developer, que utilizará metodologia customizada de desenvolvimento de empresas nascentes e realizará investimentos financeiros visando expandir e escalar os negócios. Seu projeto de expansão inclui a implantação do Open Lab e do Contract Manufacturing Organization (CMO), modelos que oferecerão infraestrutura laboratorial, equipamentos e profissionais para atender demandas empresariais que visam o desenvolvimento rápido de produtos e sua produção, minimizando os custos e investimentos das empresas.

A iniciativa é fruto da parceria entre o Governo do Estado e Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge), a Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa (Fundep) e sua agência de inovação, a Fundep Participações (Fundepar), e conta com o apoio da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), da Associação Nacional de Empresas de Biotecnologia (Anbiotec) e do projeto CSul – Desenvolvimento Urbano.

“Essa iniciativa fomentará pesquisas, estruturação de negócios, criação de produtos e serviços; produção comercial; promoção de parcerias e lançamento de inovações para o mercado. O centro visa, também, ser a porta de entrada para empresas internacionais para o mercado latino-americano”, afirma o professor e pesquisador Pedro Vidigal, CEO do BiotechTown.

Saiba mais sobre o BiotechTown.