Fundep

Museu Goeldi completa 151 anos com reinauguração de seu aquário

Postado em Agenda
O tambaqui está entre as espécies de peixes expostas no aquário. Foto – Lívia Prestes

Nesta sexta-feira (6/10), o Museu Paraense Emílio Goeldi completa 151 anos com novidades. O mais antigo aquário público do Brasil está de volta: fundado em 1911, o Aquário Jacques Huber, um dos espaços mais aguardados pelos visitantes do Museu, será reaberto depois de 13 anos fechado para reformas e adaptações. A reinauguração acontece dentro da programação de aniversário do Museu Goeldi, firmando seu lugar como a mais antiga e popular instituição científica da Amazônia.

Entre os peixes adaptados no aquário do Museu, o público vai poder conferir exemplares de espécies de pirarucu (Arapaima gigas), tambaqui (Colossoma macropomum), tucunaré (Cichla ocellaris), piramutaba (Branchyplatystoma vaillant), piramboia (Lepidosiren paradoxa) e surubim (Pseudoplatystoma fasciatum). O espaço também abriga um plantel de répteis e quelônios como serpentes das espécies sucuri (Eunectes murinus), jiboia (Boa constrictor) e periquitamboia (Corallus caninus); a tartaruga matamatá (Chelus fimbriata) e o lagarto jacuraru (Tupinambis teguixin).

 

História

Fundado em 6 de outubro de 1866, por Domingos Soares Ferreira Penna, o Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG) é o primeiro projeto nacional de estudo científico da Amazônia, sendo ainda o segundo museu de história natural mais antigo do Brasil. Vinculado ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações do Brasil (MCTIC), o Museu é um dos três maiores do país em termos de coleções. Mantém atualmente mais de 4,5 milhões de itens tombados em 19 coleções científicas, que abrangem acervos etnográficos, arqueológicos, linguísticos, biológicos, minerais e fósseis, e documentais.

No Parque Zoobotânico, uma das três bases físicas do Museu, está o Aquário Jacques Huber, o mais antigo aquário público do Brasil. Inaugurado em 1911, o espaço foi concebido pelo botânico suíço Jacques Huber (1867-1914) e pelo desenhista alemão Ernst Lohse (1873-1930). Desde a sua fundação, o aquário sempre foi um espaço de grande fluxo de visitantes.

O Aquário Jacques Huber funciona entre quarta e sexta-feira, em dois turnos: 9h30 às 11h30 e 15h às 17h.

 

Parceria Fundep

O Museu Goeldi integra o portfólio de instituições apoiadas pela Fundep. A parceria se iniciou em maio de 2016.

 

Com informações da Agência Museu Goeldi